Carta-compromisso.

 

A todos os nossos irmãos e irmãs em

Jesus, Maria e José, a família de Nazaré,

nossa cordial e fraterna saudação.

 

Nós, membros das comunidades da Área Pastoral Nossa Senhora de Guadalupe, realizamos nos dias 25 a 28 de fevereiro de 2017, no Centro de Formação localizado no km 32 o XV Festival com Cristo, retomando a tradição de anos passados de aproveitar o carnaval para, num encontro fraterno de estudo e oração, louvar e adorar o nosso bom Deus.

O nosso querido Bispo Emérito Dom Erwin refletiu conosco o tema da Campanha da Fraternidade 2017: Biomas brasileiros e Defesa da vida com o lema “Cultivar e Guardar a Criação – Gênesis 2,15”. Após um intensivo trabalho em grupos veio-nos a ideia de redigir uma carta compromisso para partilhar os nossos propósitos com os irmãos e irmãs de nossas comunidades. Queremos dar conhecimento daquilo que discutimos e apresentar o nosso compromisso com a defesa da “Casa Comum”, do Lar que Deus preparou para toda a Família Humana. A Amazônia, o bioma em que vivemos grita por socorro. Descobrimos que nossa ação evangelizadora tem que assumir essa causa, pois a nossa vida e a das futuras gerações corre perigo.

Para protegermos o meio ambiente em que vivemos nos propomos em primeiro lugar a conhecer melhor os seres que habitam este nosso Lar, a nossa Casa Comum: a flora e a fauna, todas as riquezas naturais do solo e subsolo, e em especial os povos da Amazônia. Precisamos conhecer melhor a realidade da Amazônia e os perigos que ameaçam toda a vida nesta imensa região.

Em segundo lugar, percebemos que se faz necessário unir mais o nosso povo em torno destas questões. Descobrimos mais uma vez o valor da união quando discutimos esses assuntos.

Em terceiro lugar achamos que é muito importante que nossas comunidades sejam sensibilizadas para que tomem consciência da necessidade de cuidar da criação, da Casa Comum, da ecologia, para salvaguardar a nossa própria vida, a vida de nossas famílias e comunidades.

Concretamente queremos assumir os seguintes compromissos:

 

  1. educação ecológica nos encontros de catequese e nas aulas em nossas escolas;

  2. programa de reflorestamento e recuperação de áreas degradadas por causa dos desmatamentos;

  3. preservação da fauna (especialmente os peixes);

  4. conscientização do povo sobre as consequências da exploração dos recursos minerais;

  5. proteção especial aos mananciais e igarapés.

 

Estamos confiantes que todas as nossas comunidades vão aderir a esse chamado de cuidar e defender nossa Casa Comum, Criação de DEUS. Queremos assim, junto com todos os irmãos e irmãs, praticar uma evangelização que se preocupa com a defesa da vida.

Agradecemos a DEUS pela oportunidade de vivermos esses dias de comunhão.

 

DEUS tomou o homem e o colocou no jardim de Éden,

para que o cultivasse e guardasse” (Gn,2,15).

 

Belo Monte, 28 de fevereiro de 2017

 

QUE A PAZ DE NOSSO DEUS PERMANEÇA SEMPRE CONOSCO!

 

Participantes do Festival com Cristo durante o Carnaval 2017